Inclusão para adultos

POST

Quando se fala no Centro Social de Votuporanga imediatamente se faz uma conexão com os programas desenvolvidos junto às crianças e adolescentes.

Entretanto, existe também uma outra vertente da nossa atuação destinada a adultos, que é importante porque gera renda e mais qualidade de vida. É o Pró-Trabalho, um projeto de inclusão profissional do Centro Social de Votuporanga, que oferece orientação profissional aos participantes, além de viabilizar suas participações em cursos de qualificação profissional.

As pessoas são encaminhadas para vagas de emprego, sem custo algum para a empresa ou para o candidato, bastando, para isso, encaminhar seus currículos para o e-mail: protrabalho@votuporanga.org.br, ou entregá-los pessoalmente no Centro Social, às segundas, quartas e sextas-feiras das 8h às 11h.

Por outro lado, as empresas interessadas em recrutar profissionais também podem solicitar maiores informações ou mesmo a visita de um técnico representante do Centro Social, que serão prontamente atendidas.

O Centro Social busca atender, defender e garantir os direitos das crianças, dos adolescente, dos jovens e suas famílias, por meio de ações socioassistenciais na área da proteção social básica, principalmente pela oferta de serviços, programas e projetos que ajudem crianças, adolescentes e famílias a se incluírem na sociedade.

A intenção é sempre “transformar a vida e a realidade da comunidade para uma sociedade justa e igualitária que fortalece a cidadania”.

 

Anúncios

Projeto Bem Viver: realizando sonhos e transformando vidas

POST-BLOG

Um dos projetos mais gratificantes desenvolvidos pelo Centro Social de Votuporanga é o Bem Viver, que também possui um braço no distrito de Simonsen. A ação envolve o atendimento a crianças com idade entre 6 e 15 anos, que estejam em situação de risco social.

O programa de atividades socioeducativas e socioassistenciais auxiliam os atendidos a serem incluídos na sociedade com todos os seus direitos respeitados, mas também com incentivo no exercício de seus deveres.

Por meio da convivência, a criança desenvolve seu lado cidadão, com vistas para se tornar um adulto íntegro e participativo dentro da comunidade. “Viemos para atender o cidadão em todas as suas necessidades, para somar com a família, organização e comunidade. O desenvolvimento integral da criança e do adolescente é fruto dessa parceria entre família, organização e comunidade. Enfim, formar cidadãos de senso crítico”, explica a diretora do Centro Social de Votuporanga,  Bader Lorente.

As crianças são encaminhadas para o projeto em Votuporanga (Bem Viver I) ou no Distrito de Simonsen (Bem Viver II) pelos profissionais da Assistência Social, que atuam junto às unidades do CRAS, CREAS, e também pelo Conselho Tutelar, Ministério Público, Poder Judiciário e outras órgãos da rede de proteção.

Além disso, muitos pais ou responsáveis procuram por atendimento diretamente na organização. São várias atividades de convivência e fortalecimento de vínculos que buscam oferecer meios de superação da vulnerabilidade e evitar situações de risco, dentre as quais, oficinas que envolvem inclusão digital, convivência social, cidadania, expressão corporal, musicalização, esporte e prevenção.